Gestão Financeira: Como dar os primeiros passos?

Independentemente do propósito que um empreendedor afirma ter ao abrir uma empresa, sua finalidade sempre será a obtenção de lucro. E, para que isso aconteça, torna-se necessário controlar sua estrutura e praticar de forma assídua a gestão financeira.

Alguns empreendedores acreditam possuir informações suficientes para tomar decisões apenas com o levantamento dos dados relacionados às entradas e saídas de recursos em sua empresa, quando na verdade, isso representa apenas uma pequena parte do que deve ser administrado e controlado.

Porém, antes que seja possível traçar o caminho extraordinário, torna-se necessário começar pelo que é básico, e neste momento, alguns controles podem ajudar:

  • Contas a pagar: relacione todas as suas contas a pagar – previstas e realizadas – por data de vencimento, assim você terá um cenário de suas obrigações financeiras a pequeno, médio e longo prazo;
  • Contas a receber: relacione todos os seus recebimentos previstos e realizados por data de vencimento, assim você terá um cenário de suas entradas financeiras a pequeno, médio e longo prazo;
  • Conciliação Bancária: realize de forma constante uma comparação entre os controles internos feitos por você e o extrato do banco, para avaliar se o que estava previsto, de fato, aconteceu;

Após ter realizado este levantamento básico de informações, torna-se necessário realizar um cruzamento dos dados, ou seja, avaliar em cada período, se os recebíveis previstos serão suficientes para arcar com as obrigações previstas.

Se o cruzamento indicar que haverá um período onde as obrigações serão superiores aos recebimentos, providências antecipadas poderão ser tomadas, evitando a obtenção de empréstimos, por exemplo. Essa situação muitas vezes pode ser resolvida com uma negociação simples, de forma a postergar alguns pagamentos de fornecedores ou conseguir a antecipação de recebíveis de clientes. Um controle financeiro completo auxilia na tomada de decisão, fazendo com que o empreendedor consiga ter visibilidade das possibilidades de redução de despesas, assim como, das possibilidades de direcionamento de esforço para aumento da receita. Indicadores também podem auxiliar nesse caminho.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *